Pontes foi criado em 2004, na sequência da UNCTAD XI, realizada em São Paulo, e, desde então, tem por objetivo produzir conhecimento e dialogar sobre a forma com que os temas de comércio e desenvolvimento sustentável estão inseridos nos debates sul-americanos e, particularmente, brasileiros.

Mais precisamente, o Pontes aumenta a transparência das negociações multilaterais ao promover a circulação de informações e análises sobre as tratativas na interseção entre comércio e desenvolvimento sustentável, além de promover o debate sobre política comercial e temas correlatos entre formuladores de política, representantes do setor privado, terceiro setor e da academia. Ainda, o projeto dá suporte à participação qualitativa em políticas e negociações internacionais desses atores, por meio do acompanhamento sobre os desdobramentos mais recentes nas negociações internacionais de comércio e desenvolvimento sustentável e da produção de análises técnicas, elaboradas por especialistas internacionais e nacionais. Por fim, o projeto Pontes tem, desde a sua criação, construído ativamente uma rede de especialistas, capazes de realizar contribuições substantivas aos processos de negociação e formulação política.

O projeto é compreendido por uma revista mensal com análises de conjuntura, publicada na primeira semana do mês; um fluxo semanal de notícias, consolidadas em uma Newsletter que é distribuída na última semana do mês; e por boletins diários, que cobrem as principais negociações em comércio e desenvolvimento sustentável (com destaque para Ministeriais da OMC e Conferências da UNFCCC). Além das publicações, o portfólio do projeto no Brasil compreende iniciativas como a organização de eventos e diálogos, com foco em temas específicos relacionados a comércio e desenvolvimento sustentável, em parceria com instituições locais líderes no debate compreendido. Em 2009, o projeto organizou diálogos no Brasil, com foco nos temas de biocombustíveis, mudanças climáticas e política comercial.

A principal meta do Pontes é contribuir para que sua audiência produza novas e melhores políticas públicas, compreenda melhor o posicionamento de outros atores e a complexidade dos temas correlatos a comércio e desenvolvimento sustentável e negocie ou defenda posições de forma mais efetiva.

Pontes é distribuído na última e primeira semana de cada mês, por e-mail e redes sociais, a uma base de mais de 3.200 stakeholders no Brasil, na América Latina e na África lusófona.