Continuam negociações na Aliança do Pacífico para incorporação de Estados Associados

9 Fevereiro 2018

Os países que integram a Aliança do Pacífico (Chile, Colômbia, México e Peru) finalizaram, em 2 de fevereiro, a segunda rodada de negociações em Gold Coast (Austrália), com o objetivo de dar continuidade à incorporação de Austrália, Canadá, Cingapura e Nova Zelândia como Estados Associados.

 

Nessa ocasião, foram retomados pontos discutidos na reunião de Cali (Ver Boletim de Notícias Pontes), realizada em outubro passado. Entre eles, destacam-se regras de origem, comércio transfronteiriço de serviços e compras governamentais. Também foram negociados temas que permitirão avançar no intercâmbio de ofertas, tais como acesso a mercado de bens, serviços, investimentos, concessão de visto para negócios, políticas de gênero, medidas sanitárias e fitossanitárias, meio ambiente e temas trabalhistas.

 

Ademais, as partes acordaram trabalhar em anexos setoriais para cooperação regulatória. O objetivo é promover a facilitação do comércio de produtos com interesse exportador – nas áreas de cosméticos e suplementos alimentícios, por exemplo. Os negociadores esperam conseguir alcançar uma eliminação de trâmites e requerimentos administrativos desnecessários por meio de uma harmonização de normativas cobertas por esses anexos setoriais.

 

Em comunicado de imprensa, a ministra de Comércio, Indústria e Turismo da Colômbia, María Lorena Gutiérrez, manifestou sua satisfação com os avanços das negociações em temas relativos a barreiras não tarifárias e de integração econômica. Ressaltou sobretudo a disposição e o compromisso demonstrados pelos candidatos a Estados Associados para alcançar os objetivos que foram traçados desde o início das negociações.

 

Para o vice-ministro de Comércio Exterior do Peru, Edgar Vásquez, as reuniões da Aliança do Pacífico avançam com seu processo de integração econômica e comercial com a Ásia Pacífico. Segundo Vásquez, caminha-se na direção de uma agenda de trabalho comum entre os candidatos a Estados Associados e os países que já compõem a Aliança do Pacífico.

 

De modo similar, uma das prioridades dessas negociações para a delegação chilena é a incorporação de novos temas que, na atualidade, não estão contemplados nos capítulos da Aliança do Pacífico.

 

O bloco segue negociando com Austrália, Canadá, Cingapura e Nova Zelândia a incorporação desses países como Estados Associados na Aliança do Pacífico. A próxima etapa nesse processo ocorrerá em março, em Santiago (Chile).

 

Reportagem ICTSD

 

Fontes consultadas:

 

Mincetur. Culmina Segunda Ronda de negociaciones entre la Alianza del Pacífico y Australia, Canadá, Nueva Zelanda y Singapur. (03/02/2018). Acesso em: 08/02/2018.

 

Mincit. Finaliza segunda ronda de negociaciones entre la Alianza del Pacífico y candidatos a Estados Asociados. (02/02/2018). Acesso em: 08/02/2018.

 

Portal Portuario. Alianza del Pacífico negocia incorporación de Australia, Canadá, Nueva Zelandia y Singapur. (02/02/2018). Acesso em: 08/02/2018.

8 Fevereiro 2018
Os ministros das Relações Exteriores dos países do Mercado Comum do Sul (Mercosul) e os comissários de Comércio e de Agricultura da União Europeia (UE) reuniram-se, em 29 e 30 de janeiro, em Bruxelas...
Share: 
14 Fevereiro 2018
Em 8 e 9 de fevereiro, ocorreu em Buenos Aires (Argentina) o primeiro encontro da Força-Tarefa para a Iniciativa de Cooperação e Desenvolvimento em Economia Digital do G20. Criada durante a...
Share: