Em meio a Brexit, Reino Unido e Brasil discutem aprofundamento de relações comerciais

9 Abril 2018

Durante a 10ª reunião do Comitê Conjunto de Economia e Comércio Reino Unido-Brasil (JETCO, sigla em inglês), ministros de Comércio Exterior dos dois países buscaram aprofundar as relações em matéria de facilitação do comércio, cooperação regulatória e promoção da cultura exportadora, com foco nas micro, pequenas e médias empresas (MPMEs). Com esse objetivo, o encontro realizado em 28 de março, em Londres, culminou com a assinatura de um Memorando de Entendimento entre as partes.

 

O Memorando também tem como finalidade brindar apoio à reestruturação do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e à implementação de instrumentos de conformidade, que permitam o acesso do Brasil à Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). Cabe lembrar que a candidatura do país foi oficializada em maio de 2017.

 

Para Marcos Jorge, ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços do Brasil, as reuniões do JETCO têm ganhado cada vez mais relevância nas relações comerciais entre os dois países. Ademais, o ministro brasileiro destacou a importância da parceria com o Reino Unido pela capacidade de inovar na identificação de meios para fomentar projetos de desenvolvimento associado – como é o caso da cooperação no âmbito do Prosperity Fund, fundo de cooperação financiado pelo Ministério das Relações Exteriores britânico. Na mesma reunião, o ministro de Comércio Internacional do Reino Unido, Liam Fox, comentou que o Brasil possui um enorme potencial para que empresas britânicas possam realizar negócios. Também reiterou os esforços que o país europeu continuará fazendo para manter uma estreita colaboração com o governo brasileiro para ampliar o comércio bilateral e apoiar as duas economias a obter um benefício mútuo.

 

Somente em 2017 as trocas comerciais entre Brasil e Reino Unido chegaram a US$ 5,15 bilhões. Em 2018, esse intercâmbio comercial cresceu 30% nos dois primeiros meses do ano. Em termos de investimento, o Reino Unido possui um estoque de US$ 4 bilhões, e o Brasil, de US$ 30 bilhões.

 

O Reino Unido está em processo de negociação de sua saída da União Europeia (UE) – o que também é conhecido como Brexit. Recentemente, as partes chegaram a um acordo político, que define os termos dentro dos quais negociações de acordos comerciais serão empreendidas com parceiros não pertencentes à UE nesse período (ver Boletim Bridges). O documento define que a retirada do Reino Unido do bloco europeu ocorrerá entre março de 2019 e dezembro de 2020. Com as atenções voltadas ao contexto pós-Brexit, o Reino Unido tem buscado aprofundar seus laços econômicos e comerciais com Estados Unidos e Austrália.

 

Reportagem ICTSD

 

Fonte consultada:

 

MDIC. Brasil e Reino Unido assinam acordos para facilitar comércio e acelerar exame de patentes. (28/03/2018). Acesso em: 05/04/2018.

2 Abril 2018
Na tentativa de evitar a imposição de sobretaxas sobre seu aço e alumínio, representantes do Brasil reuniram-se, em 27 de março, com suas contrapartes dos Estados Unidos. No encontro, o governo...
Share: 
9 Abril 2018
Com o objetivo de avaliar a situação da renegociação do Tratado de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA, sigla em inglês), a ministra de Assuntos Globais do Canadá, Chrystia Freeland, e o...
Share: