Em um ano, Brasil perde US$ 1 bilhão em exportações devido a medidas de defesa comercial

17 Outubro 2018

Em um levantamento sobre a aplicação de medidas de defesa comercial contra o Brasil, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) concluiu que houve um aumento substantivo do recurso a medidas antidumping, compensatórias e de salvaguarda nos últimos três anos. Em contraste com os 2 casos registrados em 2015, o Brasil foi alvo de 9 medidas de defesa comercial em 2017. Segundo cálculos da CNI, em um ano, o Brasil perdeu quase US$ 1 bilhão em exportações em decorrência de medidas de defesa comercial.

 

Para Welber Barral, sócio-fundador da BarralMJorge e ex-secretário de Comércio Exterior do Brasil, esse fenômeno pode ser compreendido a partir da variação cambial em um contexto global de crise econômica. Com a valorização do dólar no Brasil, o país passa a ter vantagem cambial em suas exportações. Nesse sentido, a abertura de investigações contra o Brasil pode ser uma tentativa de conter o aumento no fluxo do produto brasileiro em outros mercados. Ademais, em um contexto marcado por uma crise econômica global, alguns países recorrem mais sistematicamente à proteção de suas respectivas indústrias nacionais.

 

Segundo o diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo, o sistema multilateral de comércio tem registrado um número recorde de disputas comerciais. As medidas de defesa comercial adquirem uma posição central nesse quadro: apenas em 2018, cerca de 30 novas disputas foram iniciadas a partir de questionamentos quanto a medidas desse tipo.

 

Para Azevêdo, o sistema multilateral de comércio encontra-se claramente sob pressão devido às tensões comerciais de membros como China, Estados Unidos e União Europeia (UE). Por outro lado, tais turbulências fazem com que a própria OMC adquira uma relevância ainda maior, uma vez que oferece mecanismos de facilitação de diálogos entre seus membros.

 

Reportagem ICTSD

 

Fontes consultadas:

 

Comex do Brasil. Welber Barral: câmbio e crise econômica aceleram medidas de defesa comercial contra o Brasil. (11/10/2018). Acesso em: 15/10/2018.

 

______. Disputas comerciais colocam em risco comércio internacional, adverte Diretor-geral da OMC. (11/10/2018). Acesso em: 15/10/2018.

15 Outubro 2018
Em reunião do Comitê de Acesso a Mercado, os membros da Organização Mundial do Comércio (OMC) manifestaram sua preocupação com os reajustes nas tarifas de importação anunciados na proposta circulada...
Share: 
20 Outubro 2018
Em comunicado circulado em 16 de outubro ao Congresso, o representante dos Estados Unidos para o Comércio (USTR, sigla em inglês), Robert Lighthizer, declarou que avançará nas negociações de acordos...
Share: